Fidelidade Clássicos

Condições para o cliente poder contratar o Fidelidade Automóvel Clássicos ao abrigo da parceria

  • Ter mais de 25 anos de idade;

  • Ter carta de condução há, pelo menos, 2 anos;

  • Possuir um veículo de utilização regular no seu dia-a-dia, com seguro na Fidelidade e constar na apólice como condutor habitual ou

  • Compromisso de transferência do seguro do veículo de utilização regular no prazo de 1 ano a contar da data de subscrição do seguro Fidelidade Automóvel Clássicos (se à data da primeira renovação da apólice Fidelidade Automóvel Clássicos, o cliente não tiver o seguro do seu veículo de utilização regular em vigor na Fidelidade, o contrato do seu clássico não será renovado);

  • Não ter histórico de sinistralidade registado no seu "Clássico" nos últimos 2 anos;

  • Não fazer mais de 3.000 km anuais com o seu "Clássico";

  • Apresentar certificado de Inspeção Periódica Obrigatória ou certificado de Veículo de Interesse Histórico emitido pelo Museu, ambos válidos.

O cliente que faça prova de ter o carro certificado pelo Museu do Caramulo e transfira o seu veículo de utilização regular para a Fidelidade, até ao prazo de um ano, pode fazer o Fidelidade Automóvel Clássicos com acesso a coberturas e serviços de elevada qualidade, a um preço muito competitivo:  

  • Possibilidade de proteger o Clássico com Danos Próprios - os seguros Fidelidade Automóvel Clássicos 2 e 3, para além de protegerem o clássico com coberturas de Danos Próprios, incluem a Proteção Vital do Condutor; 

  • Acesso a Responsabilidade Civil cruzada  - uma cobertura que protege em caso de colisão do "Clássico" com o veículo de utilização habitual ou um dos veículos do agregado familiar;

  • Serviços de assistência com serviço de reboque dedicado -  em caso de acidente ou avaria, em percursos longos em Portugal, a "Assistência em Viagem Clássico" tem um serviço de reboque dedicado em exclusivo ao transporte do "Clássico" até ao local da reparação ou domicílio em Portugal.

Campanha válida até 30 Junho 21